Morango passa a integrar cardápio de creches e escolas do município

quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Através de parceria entre as secretarias municipais de Agricultura e Desenvolvimento Rural, de Educação e a Emater-Rio, na segunda-feira, 9, teve início a entrega de morangos a escolas da rede municipal de ensino. A fruta será incluída no cardápio da merenda em 133 unidades educacionais (entre escolas e creches), estimulando os alunos a consumirem alimentos saudáveis e incentivando a agricultura familiar do município.

O morango passou a integrar a merenda escolar por ser uma fruta rica em vitaminas C, A, E, B5 e B6, em minerais como cálcio, ferro, potássio, selênio e magnésio, além de ser uma fonte de flavonoides, importante agente antioxidante para o organismo. Além disso, Nova Friburgo é o maior produtor de morangos do estado do Rio de Janeiro, totalizando 18 produtores no distrito de Campo do Coelho.

Semanalmente a Prefeitura compra 12 toneladas de frutas, legumes e hortaliças para a merenda escolar das Associações Serra Nova e Amorango, beneficiando diretamente 60 produtores locais. Cerca de 20 variedades de alimentos frescos são entregues diretamente nas escolas e creches, entre eles, aipim, cenoura, batata-doce, alface, beterraba, brócolis e couve-flor.

Em Nova Friburgo, a compra direta é feita conforme a Lei nº 11.947, de 16/6/2009 do Programa Nacional da Alimentação Escolar (Pnae), que tem caráter suplementar à Constituição Federal. O Pnae incentiva a aquisição de gêneros alimentícios diversificados, produzidos em âmbito local, preferencialmente pela agricultura familiar, a fim de estimular o desenvolvimento econômico das comunidades.

A Escola Municipal Odette Penna Muniz recebeu, além do morango, outras frutas, legumes e verduras para a merenda da semana


Dia Mundial de Conscientização do Autismo

terça-feira, 2 de abril de 2013


FELIZ PÁSCOA

quarta-feira, 27 de março de 2013

 Pequena lembrança para nossos queridos alunos e funcionários!!






Premiação Água: Fonte de Vida – Tema de 2013


O Amigo da Água, projeto cultural e de conscientização ambiental dos alunos da Rede Municipal de Ensino, em sua 4ª edição, premiou a aluna do 5º ano do Ensino Fundamental ANA CAROLINA RODRIGUES.
A premiação contou com uma grande festa no dia 27 de março, no Teatro Municipal, das 8:00h às 13:00h, com contação de histórias do escritor Álvaro Ottoni, além da distribuição de pipoca, algodão doce, suco, água e biscoitos para a garotada. A parceria da FAOL neste evento foi fundamental para que o transporte das turmas dos vencedores fosse feito com segurança e comodidade.
A aluna Ana Carolina Rodrigues do 5º ano do Ensino Fundamental foi premiada com um Tablet e a nossa escola com um computador.
Ressaltamos a importância do comprometimento dos professores de nossa rscola e principalmente do responsável pela turma do 5 º ano professor Márcio Ferreira dos Santos, portanto, "Um professor pode fazer desabrochar a criança, se tiver cuidado, dedicação e criatividade." - concluiu Álvaro, que também ressaltou os investimentos da Águas de Nova Friburgo na educação ambiental.
"O Amigo da Água reflete a preocupação da empresa na formação das novas gerações em relação ao uso racional da água e conscientização da necessidade de preservação do meio ambiente. Como principal resultado, estarão asseguradas as nossas fontes naturais e, consequentemente, manteremos a prestação de serviços de qualidade aos nossos usuários"- concluiu o Superintendente da Águas de Nova Friburgo, Christian Portugal.

video


Sala Multimídia

Para comemorar a semana da Páscoa foram selecionados 2 filmes para nossos alunos.



video

Alimentação saudável

sexta-feira, 15 de março de 2013



Confira algumas dicas para incentivar hábitos saudáveis de alimentação no ambiente escolar:

- Prepare um lanche equilibrado para a criança comer no colégio, mas tente variá-lo durante a semana;

- inclua uma fruta na mochila de seu filho como opção de alimento para a hora da fome;

- tente acostumá-lo a não consumir salgados fritos, balas, doces, refrigerantes e sucos industrializados na no lanche da escola.

Em nossa escola incentivamos o consumo de uma alimentação saúdavel e para isso espalhamos cartazes pela escola para que nossos alunos se lembrem da importância de consumir alimentos saudáveis.

Educação de jovens e adultos





Aqui no Jardel Hottz os alunos (as) de EJA participam das atividades de Educação Física orientadas pela professora Fabrícia Gouvea. Movimentar o corpo faz bem para saúde física e mental. As atividades são adequadas a turma proporcionando uma melhor qualidade de vida.

Conhecer os ambientes

Os alunos da turma 201 da professora Luciana Vogas iniciaram o livro de Ciências trabalhando com o tema: Os ambientes
Foram abordados:

  • A Terra tem muitos ambientes;
  • Ambientes terrestres e aquáticos;
  • Ambientes naturais e construídos;
  • A importância de preservar o ambiente natural. 
Os alunos construiram cartazes com o tema e confeccionaram um lindo mural!!





Projeto Anual 2013: Vinícius de Moraes: um estímulo à paixão pela leitura

sexta-feira, 8 de março de 2013





O homem constrói casas porque está vivo, mas escreve livros porque é mortal. Vive em sociedade porque é gregário, mas lê porque se sente só. A leitura constitui para ele uma companhia que não ocupa lugar de nenhuma outra, mas que nenhuma outra poderia substituir. Não lhe oferece nenhuma explicação definitiva acerca de seu destino, mas tece uma apertada rede de conivências entre a vida e ele. Ínfimas e secretas conivências que falam da paradoxal alegria de viver, mesmo quando referem o trágico absurdo da vida. Por isso as razões que temos para ler são tão estranhas como as que temos para viver. E ninguém nos pede contas dessa intimidade.” (PENNAC, 1997, p.166).
Justificativa:
Quando se fala em cultura brasileira não tem como não lembrar de Vinícius de Moraes. Poeta, compositor, autor, dramaturgo; Vinícius de Moraes é o que há de melhor na literatura infantil. Aproveitando o centenário deste grande homem, buscamos através deste projeto um trabalho com suas poesias, no qual o professor poderá explorar não apenas o texto escrito, mas enriquecer suas aulas com algumas músicas que compõem a obra.
O trabalho poderá ser baseado no livro “A arca de Noé”, pois é uma obra com a qual a maioria das pessoas, principalmente as crianças, entra em contato primeiro pela oralidade e cujos versos ficam na memória até mesmo de quem nada sabe sobre o poeta ou sobre o livro. Os versos de Vinicius estão na boca do povo não somente pelo sucesso dos textos e do CD, mas também, pela contaminação folclórica de seus versos.
A arca de Noé” não tem explicação: é um fenômeno cultural do Brasil. Mas, mais do que um clássico da literatura infantil, a obra de Vinicius é um deleite para a infância, uma exaltação da arte, da palavra e daquilo que há de lúdico nela. É brincadeira pura, simplesmente porque a vida precisa dessa magia. O contato com as poesias da “A arca de Noé” é viver a infância em qualquer idade, é a vida visitando a singeleza, o leve, aquilo que é belo e simples. É sempre reler e revisitar, é suspirar de novo uma infância permanente, é andar de novo com passos lentos para apreciar o mundo.
Sendo assim, o trabalho proposto irá, com certeza, proporcionar excelentes momentos de diversão, criatividade, imaginação e descobertas, através de uma viagem emocionante nos versos e nas rimas das poesias da“Arca de Noé” de Vinícius de Moraes.


A poesia sensibiliza qualquer ser humano.
É a fala da alma, do sentimento. E precisa ser cultivada.”
Afonso Romano de Sant’Ana




Objetivos Gerais:
Durante o desenvolvimento do projeto, o professor deverá mobilizar os alunos para a importância da poesia, o quanto é gostoso uma leitura ritmada e com rimas, desenvolver a capacidade auditiva dos alunos, além de acrescer o contato com textos que desenvolvem competências e habilidades linguísticas específicas, como a apropriação de atitudes fundamentais na construção de leitores e escritores:

Objetivos Específicos:
  • Descobrir a importância da poesia como forma de expressão e comunicação;
  • Desenvolver o gosto pela leitura;
  • Imaginar, produzir sentidos e estabelecer relações entre as palavras;
  • Escutar poemas e poesias lidas, apreciando a leitura feita pela professora ;
  • Ouvir e apreciar poemas e poesias declamados pelos colegas;
  • Familiarizar-se com a escrita por meio do manuseio de livros e visualização de cartazes com poesias escritas;
  • Interessar-se por escrever palavras e textos ainda que não de forma convencional;
  • Compreender o sentido dos poemas e poesias lidos na sala de aula;
  • Produzir rimas;
  • Produzir poemas e poesias individuais e/ou coletivas;
  • Declamar poemas e poesias;
  • Escrever para muitos leitores, o que representa uma novidade à criança habituada a escrever para um único leitor, o professor;
  • Elaborar de forma escrita às percepções do que foi lido e ressignificado;

    Estratégias de Desenvolvimento:

  • Estudo, compreensão, produção e reescrita da biografia de Vinícius de Moraes;
  • Escritas de autobiografias;
  • Leitura e interpretação oral coletiva dos poemas e poesias de Vinícius de Moraes
  • Leitura e interpretação escrita (individual) dos poemas e poesias de Vinícius de Moraes.
  • Compreensão oral e escrita de textos poéticos;
  • Ampliação do conteúdo das poesias;
  • Leitura e criação de rimas;
  • Nas visitas a biblioteca do colégio os alunos escolhem os livros e selecionam uma poesia para memorizar e apresentar aos colegas em sala de aula.
  • Montagem de textos poéticos fatiados em tiras;
  • Montagem de textos poéticos fatiados em palavras;
  • Escrita e reescrita de textos poéticos;
  • Ilustração de poesias e poemas;
  • Pinturas de telas;
  • Dobraduras dos personagens;
  • Colagens;
  • Elaboração de livreto de poesias produzidas pelos alunos;
  • Elaboração de livreto com as poesias de Vinícius e ilustração dos alunos;
  • Criar novas rimas para as poesias de Vinícius, dando um novo final;
  • Declamação de poemas e poesias;
  • Dramatização de poemas e poesias de Vinícius de Moraes;
  • Mímicas dos personagens;
  • Trabalhar com poesia em pares é muito interessante. Este trabalho é realizado de duas maneiras: primeiro, através da leitura da poesia, depois são propostas as atividades interpretativas, nada de questões objetivas, já que cada pessoa interpreta um texto de forma diferente, mas de maneira coerente. As duplas conversam sobre o texto, analisam as possibilidades possíveis e escrevem o que foi apreendido.
  • Montagem de jogos da memória (figura do animal com a palavra que rima);
  • Realização de Sarau das poesias estudadas ou produzidas pelos alunos.
  • Improvisar um mural, onde os alunos, durante uma semana, um mês, ou o ano todo colocam os versos de que mais gostam de qualquer época ou autor, são procedimentos que vão criando um ambiente em que o prazer de lê-la passa a tomar forma.
  • A poesia pode ser trabalhada não só nas aulas de Língua Portuguesa, mas também nas aulas de História, Geografia e outras como é o caso da poesia “A Rosa de Hiroxima”, de Vinícius de Moraes, que retrata o triste acontecimento da explosão da bomba atômica em Hiroxima.
  • Comparar os textos escritos no livro Arca de Noé com textos de histórias, receitas e textos informativos, mostrando a diferença na tipologia da escrita.
  • Propor uma produção escrita a partir dos versos do autor, onde a criança trocará a cor da borboleta e acrescentará uma característica a mais . Ex. Borboletas ___________, São alegres, francas e ___________

Avaliação:
A avaliação do trabalho deverá ser contínua, onde a criança é observada em todas as etapas que envolvem o projeto, sua participação e envolvimento com as atividades, o interesse em levar coisas novas e materiais que ainda não foram discutidos ou apresentados, o crescimento da mesma diante das atividades, as etapas que conseguiu dominar e vencer, a criatividade, o respeito aos colegas e às regras estabelecidas pelo grupo e professora, além da aquisição de outras construções.

Leia, não para contradizer ou refletir, nem para crer ou tomar como certo, nem pelo discurso ou pelo enredo, mas para pensar e considerar. Alguns livros são só para serem provados, outros para serem engolidos, outros para serem mastigados e digeridos”. (FRANCIS BACON)

Festa de encerramento das turmas de 2012

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Foi com muita alegria e felicidade que nossos alunos confraternizaram com seus amigos e professores mais um ano letivo. Não faltaram salgadinhos e docinhos feitos com muito capricho e carinho, foi uma bagunça gostosa!! Ano que vem teremos mais....

video